quarta-feira, 27 de julho de 2022

Odc252 Terça

 Odc252 Terça-feira: 
Complementares: Salmos 89:1-18; 2 Crônicas 34:22-33; Hebreus 11:17-28 
Semicontínuas: Salmo 11; Isaías 24:1-13; Hebreus 11:17-28 

Complementares:

Salmos 89:1-18   Misericordias Domini
CANTAREI para sempre os benefícios do SENHOR; * proclamarei tua fidelidade a todas as gerações.
2 Porquanto eu disse: A graça será edificada para sempre; * no próprio céu estabelecerá tua fidelidade.
3 Fiz uma aliança com o meu escolhido; * jurei ao meu servo Davi dizendo:
4 A tua descendência estabelecerei para sempre; * e firmarei o teu trono por todas as gerações.
5 Os céus louvarão as tuas maravilhas, ó SENHOR; * e também tua fidelidade na congregação dos santos.
6 Pois nos céus quem pode comparar-se ao SENHOR? * Quem, entre a descendência das divindades, é semelhante ao SENHOR?
7 Deus se eleva como o maior na assembléia das pessoas santas; * e é reverenciado por todas pessoas que o cercam.
8 Ó SENHOR DEUS das Celestes hostes, quem, como tu, é poderoso? * Pois tua fidelidade te envolve.
9 Tu dominas o mar agitado; *e aplacas o furor das suas ondas.
10 Abateste o Egito como quem está ferido de morte, * com o teu braço poderoso dispersaste quem era contra ti.
11 Os céus são teus e a terra também é tua; * o mundo e sua plenitude tu os fundaste.
12 O Norte e o Sul tu os criaste; * O Tabor e o Hermom alegram-se em teu Nome.
13 Teu braço é armado de poder; * forte é tua mão, elevada tua destra.
14 Justiça e direito são o fundamento de teu trono; * graça e verdade seguem adiante de tua face.
15 Feliz é o povo que conhece as aclamações da alegria; * e caminha, ó SENHOR, à luz da tua presença.
16 Em teu Nome se regozija todo o dia; * e será exaltado em tua justiça.
17 Porquanto és tu a glória de sua força, * e em teu favor nosso poder se exalta.
18 Ao SENHOR pertence o nosso escudo; * e ao Santo de Israel o nosso Rei.


2 Crônicas 34:22-33
22 Hilquias e aqueles que o rei tinha enviado com ele foram falar com a profetisa Hul­da, mulher de Salum, filho de Tocate e neto de Harás, e responsável pelo guarda-roupa do templo. Ela morava no bairro novo de Jerusalém.
23 Hulda lhes disse: "Assim diz o Senhor, o Deus de Israel: 'Digam ao homem que os enviou a mim:
24 Assim diz o Senhor: Eu vou trazer uma desgraça sobre este lugar e sobre os seus habitantes; todas as maldições escritas no livro que foi lido na pre­sença do rei de Judá.
25 Porque me aban­donaram e queimaram incenso a outros deuses, provocando a minha ira por meio de todos os ídolos que as mãos deles têm feito, minha ira arderá contra este lugar e não será apagada'.
26 Di­gam ao rei de Judá, que os enviou para consultar o Senhor: Assim diz o Senhor, o Deus de Israel, acer­ca das palavras que você ouviu:
27 'Já que o seu coração se abriu e você se humilhou diante de Deus quan­do ouviu o que ele falou contra este lugar e contra os seus habitantes e você se humilhou diante de mim, rasgou as suas vestes e chorou na minha presença, eu o ouvi', declara o Senhor.
28 'Portanto, eu o reunirei aos seus antepassados, e você será sepultado em paz. Seus olhos não verão a desgraça que trarei sobre este lugar e sobre os seus habitantes' ".
Então eles levaram a resposta a Josias.
29 Em face disso, o rei convocou todas as autoridades de Judá e de Jerusalém.
30 Depois subiu ao templo do Senhor acompanhado por todos os homens de Judá, todo o povo de Jerusalém, os sacerdotes e os levitas: todo o povo, dos mais simples aos mais importantes. Para todos o rei leu em alta voz todas as palavras do Livro da Aliança, que havia sido encontrado no templo do Senhor.
31 Ele tomou o seu lugar e, na presença do Senhor, fez uma aliança, comprometendo-se a seguir o Senhor e obedecer ­de todo o coração e de toda a alma aos seus mandamentos, aos seus testemunhos e aos seus decretos, cumprindo as palavras da aliança escritas naquele livro.
32 Depois fez com que todos em Jerusalém e em Benjamim se comprometessem com a ali­ança; os habitantes de Jerusalém passaram a cumprir ­a aliança de Deus, o Deus dos seus antepassados.
33 Josias retirou todos os ídolos detestáveis de todo o território dos israelitas e obri­gou todos os que estavam em Israel a servirem ao Senhor, o seu Deus. E enquanto ele viveu, o povo não deixou de seguir o Senhor, o Deus dos seus antepassados.


Hebreus 11:17-28
17 Pela fé Abraão, quando Deus o pôs à prova, ofereceu Isaque como sacrifício. Aquele que havia recebido as promessas estava a ponto de sacrificar o seu único filho,
18 embora Deus lhe tivesse dito: "Por meio de Isaque a sua descendência será considerada".
19 Abraão levou em conta que Deus pode ressuscitar os mortos e, figuradamente, recebeu Isaque de volta dentre os mortos.
20 Pela fé Isaque abençoou Jacó e Esaú com respeito ao futuro deles.
21 Pela fé Jacó, à beira da morte, abençoou cada um dos filhos de José e adorou a Deus, apoiado na extremidade do seu bordão.
22 Pela fé José, no fim da vida, fez menção ao êxodo dos israelitas do Egito e deu instruções acerca dos seus próprios ossos.
23 Pela fé Moisés, recém-nascido, foi escondido durante três meses por seus pais, pois estes viram que ele não era uma criança comum e não temeram o decreto do rei.
24 Pela fé Moisés, já adulto, recusou ser chamado filho da filha do faraó,
25 preferindo ser maltratado com o povo de Deus a desfrutar os prazeres do pecado durante algum tempo.
26 Por amor de Cristo, considerou sua desonra uma riqueza maior do que os tesouros do Egito, porque contemplava a sua recompensa.
27 Pela fé saiu do Egito, não temendo a ira do rei, e perseverou, porque via aquele que é invisível.
28 Pela fé celebrou a Páscoa e fez a aspersão do sangue, para que o destruidor não tocasse nos filhos mais velhos dos israelitas.

Semicontínuas:

Salmo 11  In Domino confido
NO SENHOR  tenho posto a minha confiança; * como dizes à minha alma: Foge, qual pássaro, para a montanha?
2 Eis que pessoas más armam o arco e ajustam a flecha no cordel; * para dispararem, do escuro, contra as de reto coração.
3 Ora, se os alicerces forem destruídos, * que pode, então, quem pratica a justiça?
4 O SENHOR está no seu santo templo, * e tem nos céus o seu trono.
5 Seus olhos contemplam e sondam a humanidade; o SENHOR prova a pessoa justa; * mas aborrece a quem pratica a perversidade e quem usa de violência.
6 Castigos severos sobrevirão às pessoas más; * tal será a sua parte.
7 Pois o SENHOR é justo e ama a justiça; * e quem vive na íntegridade verá a sua face.


Isaías 24:1-13
1 Vejam! O Senhor vai arrasar a terra
e devastá-la;
arruinará sua superfície
e espalhará seus habitantes.
2 Será o mesmo
para o sacerdote e o povo,
para o senhor e o servo,
para a senhora e a serva,
para o vendedor e o comprador,
para quem toma emprestado
e quem empresta,
para o devedor e o credor.
3 A terra será completamente arrasada
e totalmente saqueada.
Quem falou esta palavra
foi o Senhor.
4 A terra seca-se e murcha,
o mundo definha e murcha,
definham os nobres da terra.
5 A terra está contaminada
pelos seus habitantes,
porque desobedeceram às leis,
violaram os decretos
e quebraram a aliança eterna.
6 Por isso a maldição consome a terra,
e seu povo é culpado.
Por isso os habitantes da terra
são consumidos pelo fogo
ao ponto de sobrarem pouquíssimos.
7 O vinho novo vai-se,
e a videira murcha;
todos os que se divertiam gemem.
8 O som festivo dos tamborins
foi silenciado,
o barulho dos que se alegram parou,
a harpa cheia de júbilo está muda.
9 Já não bebem vinho entoando canções;
a bebida fermentada é amarga
para os que a bebem.
10 A cidade vã está em ruínas;
a entrada de cada casa está fechada.
11 Nas ruas clamam por vinho;
toda a alegria chegou ao fim,
toda celebração foi eliminada da terra.
12 A cidade foi deixada em ruínas,
sua porta feita em pedaços.
13 Assim será na terra, entre as nações,
como quando se usa a vara na oliveira
ou se buscam os restos das uvas
após a colheita.


Hebreus 11:17-28
17 Pela fé Abraão, quando Deus o pôs à prova, ofereceu Isaque como sacrifício. Aquele que havia recebido as promessas estava a ponto de sacrificar o seu único filho,
18 embora Deus lhe tivesse dito: "Por meio de Isaque a sua descendência será considerada".
19 Abraão levou em conta que Deus pode ressuscitar os mortos e, figuradamente, recebeu Isaque de volta dentre os mortos.
20 Pela fé Isaque abençoou Jacó e Esaú com respeito ao futuro deles.
21 Pela fé Jacó, à beira da morte, abençoou cada um dos filhos de José e adorou a Deus, apoiado na extremidade do seu bordão.
22 Pela fé José, no fim da vida, fez menção ao êxodo dos israelitas do Egito e deu instruções acerca dos seus próprios ossos.
23 Pela fé Moisés, recém-nascido, foi escondido durante três meses por seus pais, pois estes viram que ele não era uma criança comum e não temeram o decreto do rei.
24 Pela fé Moisés, já adulto, recusou ser chamado filho da filha do faraó,
25 preferindo ser maltratado com o povo de Deus a desfrutar os prazeres do pecado durante algum tempo.
26 Por amor de Cristo, considerou sua desonra uma riqueza maior do que os tesouros do Egito, porque contemplava a sua recompensa.
27 Pela fé saiu do Egito, não temendo a ira do rei, e perseverou, porque via aquele que é invisível.
28 Pela fé celebrou a Páscoa e fez a aspersão do sangue, para que o destruidor não tocasse nos filhos mais velhos dos israelitas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Página Inicial

Página Inicial
voltar para a página principal